Suínos: preços sofrem mais quedas nesta quinta-feira (20)

Publicado em 20/05/2021 19:35 e atualizado em 20/05/2021 20:21 105 exibições

LOGO nalogo

A quinta-feira (20) foi de mais perdas nos preços para o mercado de suínos. De acordo com análise do Cepea/Esalq, as vendas de carne suína estão desaquecidas no mercado doméstico desde o início deste mês. Isso pressiona as cotações de cortes e carcaças e reduz a demanda da indústria por novos lotes de animais. 

A preocupação de produtores com os insumos nutricionais, principalmente o milho, tem pressionado os valores. O receio de novas elevações nas cotações do cereal e a dificuldade de aquisição no mercado spot faz com que suinocultores não consigam segurar animais na granja, ofertando-os a valores reduzidos para escoar a produção.

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 110,00/R$ 120,00, enquanto a carcaça especial caiu 5,38%/3,19%, valendo R$ 8,80/R$ 9,10 o quilo.

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quarta-feira (19), houve queda de 3,41% no Rio Grande do Sul, atingindo R$ 6,23/kg, baixa de 1,82% no Paraná, chegando a R$ 5,94/kg, retração de 1,42% em São Paulo, alcançando R$ 6,26/kg, queda de 1,17% em Santa Catarina, cotado em R$ 5,89/kg, e de 0,16% em Minas Gerais, fechando em R$ 6,28/kg.

Em mais uma semana de retração nos preços dos suínos comercializados no mercado independente, os patamares atingidos frente aos valores do milho e do farelo de soja atingiram níveis críticos em algumas praças. O movimento de queda se dá, segundo lideranças, pelo excesso de oferta de animais no mercado. 

+ Preço do suíno no mercado independente segue em queda e atinge níveis críticos frente a custos de produção

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário