Publicidade

Faturamento com exportação de carne de frango em julho/21 supera em mais de 51% julho/20

Publicado em 02/08/2021 16:22 189 exibições
Para analista, desconfiança sobre o desempenho da avicultura brasileira após o embargo saudita a 11 frigoríficos do Brasil ficou para trás

Logotipo Notícias Agrícolas

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, divulgadas nesta segunda-feira segunda-feira (2), as exportações de carne de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas no mês de julho tiveram alta, mesmo com o embargo por parte da Arábia Saudita a 11 plantas frigoríficas do Brasil.

Segundo o analista de mercado da Scot Consultoria, Felipe Fabbri, a presença de outros mercados dentro desse pool de compradores e o câmbio, favoreceu as vendas ao mercado externo. 

"Essa alta de 21% nos embarques (toneladas por média diária) é bem significativa e deixou de lado a desconfiança a respeito de uma possível sobreoferta no mercado doméstico. E, junto dessa demanda firme no mercado externo, tivemos também um movimento no mercado doméstico muito positivo, os dois fatores juntos levaram a um aumento de preços nas granjas e no atacado", explicou. 

Publicidade

A receita obtida com as exportações de de carne de frango neste mês, US$ 674.629,75, ultrapassou 51% do montante obtido em todo julho de 2020, que foi de US$ 446.624,154. No caso do volume embarcado, as 391.625,853 toneladas são 16% do total exportado em julho do ano passado, quantia de 337.256,992 toneladas. 

O faturamento por média diária neste início de julho, US$ 30.664,988, foi 57,92% maior do que julho do ano passado. Em comparação à semana anterior, houve baixa de 2,73%.

No caso das toneladas por média diária, foram 17.801,175, aumento de 21,40% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Quando comparado ao resultado para o quesito na semana anterior, observa-se queda de 3,24%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 1722,638 foi 30,08% superior ao praticado em julho do ano passado. Em relação ao valor registrado na semana anterior, houve leve alta de 0,52%.

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário