BRF exporta mortadela Halal a países da África

Publicado em 06/04/2022 08:43

Um produto fabricado em Chapecó (SC), pela BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, é sucesso no mercado africano. A planta localizada no Oeste catarinense se diferencia com a produção de uma mortadela destinada ao mercado Halal, fabricada apenas com carne de frango e seguindo os preceitos muçulmanos.

Além do abate das aves, todos os ingredientes utilizados, como sal, farinhas e óleos, entre outros itens, atendem às normas de produção Halal. Todos os fornecedores precisam ser certificados no processo, assegurando a origem dos insumos, que não podem utilizar itens com origem em suínos em nenhuma etapa da fabricação.

Os principais mercados que recebem a mortadela são os países muçulmanos da África, mas muitas nações do continente sem maioria islâmica também se tornaram consumidoras do produto. A planta de Chapecó ainda atende este público com exportações de peito e filezinho de frango.

Atualmente, a BRF tem quatro produtos líderes de mercado no continente africano, sendo dois deles Halal e produzidos em Chapecó. Com uma população muçulmana crescente na região, há também muitos clientes de origem árabe que preferem trabalhar com portfólio certificado segundo os preceitos do islã. No segmento, a BRF tem protagonismo na inserção de categorias de industrializados no continente.

A Companhia foi a primeira empresa a lançar salsichas em diversos países africanos, e também a primeira a exportar mortadela para a República Democrática do Congo. Trata-se de um mercado importante, que vem crescendo nos últimos anos com marcas da BRF liderando em diversas categorias. O produto africano difere muito da formulação brasileira, levando em consideração o paladar local.

O abate das aves segue o mesmo processo realizado em Videira (SC), por exemplo, com trabalhadores e supervisor muçulmanos, responsáveis pelos procedimentos de acordo com os ritos relativos à Sharia, a lei Islâmica. O mercado Halal conta com 1,5 bilhão de habitantes em países muçulmanos, correspondendo a 23% da população mundial.

A planta de Videira também atende estes consumidores, principalmente do Oriente Médio, sendo responsável pela produção de 100% de frangos inteiros (Griller), um pouco menor e abatidos mais cedo, exportados com as marcas Sadia, Hilal, Confidence e Perdix. Já Capinzal comercializa frango empanado e cortes de frango in natura.

Tags:
Fonte:
BRF

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário