Frango: Alojamento avança 2%

Publicado em 06/04/2010 13:29 360 exibições
Apesar da crise financeira internacional que afetou a demanda externa por carne de frango, o alojamento de pintos de corte no Brasil no ano passado cresceu quase 2%, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira dos Produtores de Pintos de Corte (Apinco). Foram alojados 5,560 bilhões de pintos, 1,68% mais do que em 2008.
Apesar da taxa de crescimento bem menor que a de anos anteriores, o dado foi considerado positivo pelo setor, já que entre outubro de 2008 - início da crise internacional - até o começo do ano passado, falava-se em corte na casa de 13% nos alojamentos.
"O setor conseguiu manter a produção apesar de todas a dificuldade econômica", diz José Carlos Godoy, secretário-executivo da Apinco, lembrando que as empresas de frango sofreram "grandes prejuízos" e algumas deixaram de operar.
Os dados de 2009 estão sendo divulgados apenas agora porque desde o fim do ano passado empresas associadas da Apinco só informam o alojamento mensal com três meses de defasagem.
A produção de carne de frango em 2009 ficou praticamente estável, segundo os dados da Apinco, saindo de 11,032 milhões de toneladas em 2008 para 11,021 milhões no ano passado. No período, as exportações também tiveram pequena queda, de 0,3%, para 3,643 milhões de toneladas. Os dados mostram que a demanda afetou mais os preços do frango no exterior do que os volumes propriamente ditos.
A Apinco ainda não tem estimativas sobre o alojamento de pintos este ano porque para isso precisa de dados sobre o alojamento de matrizes de corte, que também estão sendo divulgados com atraso. Os últimos números, de outubro, mostravam que o alojamento estava em 33,268 milhões de aves. Com esse número de matrizes, a capacidade de alojamento mensal é de 500 milhões de aves, segundo a Apinco.
Tags:
Fonte:
Avicultura Industrial

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário