Comentário Suíno: USDA indica aumento de preço na carcaça suína

Publicado em 03/05/2010 14:08 825 exibições

Para pagar bem o suíno, a indústria precisa vender bem a carcaça. No final da semana passada, o relatório de valor médio de carcaça do USDA chegou a 90,68 centavos de dólar por libra. Um aumento espantoso de 11 centavos por libra (de 79,31) em duas semanas ou cerca de US $ 22,00 por cabeça. Se este valor continuar aumentando, como esperamos, as indústrias vão pagar mais para conseguir comprar suínos para abate, na medida que a oferta de suínos continua diminuindo. Nos EUA foram comercializados 2,073 milhões de suínos na semana passada. É 64 mil cabeças menos do que um ano atrás. A oferta está diminuindo e vai cair cada vez mais.

Outras observações
O relatório do USDA de Estocagem de Carne Congelada para 31 de março foi publicado na semana passada. Havia 38.000 toneladas a menos de carne suína no armazenamento frio este ano em relação ao ano passado. Menos carne estocada apóia preços.


Carne suína estocada no frio - EUA (fonte: USDA)
(toneladas) 

 Data >   31 mar 2009    28 feb 2010    31 mar 2010
Toneladas 269.491         234.013         231.550


O relatório do USDA Gado em Confinamento em 01 de abril, foi divulgado sexta-feira passada. Em resumo: 4% menos gado em confinamento comparado com um ano atrás. O preço de novilhos a vista foi de 99 centavos de dólar por libra na semana passada, um ano atrás o preço era 88 centavos. O valor de carcaça de novilho na semana passada estava em torno de US$ 1,67 por libra, 22 centavos mais que um ano atrás, quando foi de $ 1,45 por libra. Alguns analistas estão projetando 8% menos gado chegando ao mercado em julho deste ano.

Junte isso com o peso médio de gado vendido agora 11 kg menos que um ano atrás ( 1.979 lbs x 1.255 lbs ). Então temos menos gado, menos carne de gado, e preços mais altos: tudo isso é favorável ao preço da carne suína durante os próximos meses.

O plantio de milho nos EUA e no Canadá teve uma arrancada incrivelmente rápida. A correlação positiva entre rendimento mais alto e plantio precoce é um fato. O plantio precoce inadvertidamente vai levar a mais área plantada com milho. Um bushel de milho está um pouco mais barato do que no ano passado, mas a grande diferença está no preço de DDG (sub-produto da produção de etanol) hoje em $ 87,00 por tonelada contra $ 120,00 há um ano.

É relatado que em 2009-2010 a produção de milho na Rússia vai, pela primeira vez, ultrapassar a dos Estados Unidos. O USDA prevê que a Rússia irá produzir 61,7 milhões de toneladas em comparação com 60,3 milhões de toneladas para os Estados Unidos. O Presidente Medvedev anunciou no ano passado a meta do seu país de aumentar a área plantada em 20 milhões de hectares. Com isso, a Rússia quer dobrar a produção anual de milho para 115-136 milhões de toneladas. O que é realmente surpreendente é que o Programa de Etanol de Milho dos EUA, que empurrou o preço mundial do milho de US$ 2,00 por bushel a US $ 3,50, tem sido um estímulo enorme a nível global para aumentar a produção de grãos, com o plantio de terras desocupadas. Temos visto em primeira mão o investimento maciço na Rússia para aumentar a produção de milho e de grãos. Arrendamentos de longo prazo de terra a US$ 20 por hectare vão manter o custo de produção da Rússia em níveis competitivos globalmente. Onde houver milho, haverá suínos. Ao longo dos próximos anos, esperamos que a produção de grãos e de suínos na Rússia vai aumentar significativamente. Ambos indiretamente estimulados pelos subsídios nos EUA no Programa de Etanol de Milho.

Resumo
A oferta de suínos está diminuindo, o valor de carcaças passou de 90 centavos por libra na semana passada e o preço do suíno vai subir. O valor de 90 centavos por kg de carcaça para o produtor que estamos prevendo desde agosto do ano passado, quando o preço estava no fundo do poço, se tornou inevitável. Tem cada vez mais analistas prevendo isso. Estamos felizes que está chegando! Estamos felizes por nossos clientes, e pelos produtores que precisam de uma injeção de dinheiro para sustentar e renovar seus negócios.

Tags:
Fonte:
Suinocultura Industrial

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário