Suínos: Exportação chegará a 650 mil toneladas

Publicado em 06/05/2010 08:43 e atualizado em 06/05/2010 10:37 225 exibições
Otimista com o crescimento da demanda externa, o presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto, elevou para 650 mil toneladas a projeção de exportação do produto doméstico este ano. Com a perspectiva de incremento das vendas externas e domésticas, ele avalia que a oferta e a demanda devam caminhar de forma ""ajustada"" ao longo de 2010.

A nova projeção das vendas internacionais apresentada ontem por Camargo Neto ainda não leva em conta a perspectiva de abertura de novos mercados. Para ele, até o final do ano, Estados Unidos e União Europeia podem passar a comprar o produto brasileiro. No bojo das negociações, ele acredita que Japão e Coreia também possam abrir seus mercados, além da China.

Até então, o presidente da Abipecs previa exportações em torno de 600 mil toneladas, quantidade muito próxima das 609 mil toneladas comercializadas no ano passado pelo Brasil. Ele salientou que a nova projeção, se confirmada, pode ser uma mudança de patamar do setor porque há cinco anos as vendas externas têm girado em torno das 600 mil toneladas.

Pedro Camargo explicou que, diferentemente do que ocorreu em anos anteriores, as vendas de carne para fora do País não se tratará, em 2010, de um simples remanejamento do produto em função das vendas fracas internas. ""O mercado interno está muito bom"", avaliou. A perspectiva de que oferta e demanda ficarão apertadas é porque, além do incremento da demanda brasileira e internacional, os produtores ainda trabalham com um dos reflexos da crise financeira, o da redução de plantel de matrizes.

Tags:
Fonte:
Folha de Londrina

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário