Compras de frango de Rússia e China nos EUA ficam próximas de zero

Publicado em 21/07/2010 16:55 213 exibições
Para dar melhor idéia das implicações das retaliações russa e chinesa ao frango de origem norte-americana, o gráfico abaixo reproduz a evolução mensal das importações dos dois países desde janeiro de 2008 até maio de 2010. E deixa claro que no trimestre março-maio essas importações ficaram próximas de zero.
Que a Rússia vem reduzindo suas compras de frango nos EUA não chega a ser novidade. Em 2009, por exemplo, as compras dos russos caíram 29% nos cinco primeiros meses do ano e 11% na totalidade do ano. Mas entre janeiro e maio deste ano, comparativamente aos mesmos cinco meses do ano passado, as importações russas recuaram 87%. Pior: em março e abril ficaram reduzidas a zero e em maio não passaram das 100 toneladas (contra 61 mil toneladas em maio de 2009).
Já a radicalização chinesa data do final de 2009. No ano passado, entre janeiro e maio, as importações chinesas aumentaram 6%. Mas o ano foi encerrado com redução próxima de meio por cento (332,8 mil toneladas em 2008; 331,5 mil toneladas em 2009). Neste ano, a redução sobre os primeiros cinco meses de 2009 ficou em 84% E no trimestre março-maio mal alcançaram as 6 mil toneladas, o que significou redução de 94% em relação ao que foi importado no mesmo trimestre de 2009.

20100721_grafico2.gif
Tags:
Fonte:
Avisite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário