Frango: China impõe restrições aos EUA e Brasil pode ganhar mercado

Publicado em 28/09/2010 11:49
377 exibições
A China decidiu sobretaxar o frango produzido nos Estados Unidos. Com isso, segundo o presidente da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), Francisco Turra,o Brasil pode ganhar parte do mercado chinês.Segundo Turra, a decisão do governo da China em adotar tarifas antidumping de 50,3 a 105,4% na importação de frango dos EUA deverá beneficiar os produtores nacionais. "Não significa que esse anúncio de tarifa seja uma vitória para nós, mas com certeza é uma facilidade para o Brasil, que está entrando de forma muito tranquila no mercado chinês".

As vendas de frango brasileiro para a China, em 2009, totalizaram  28 mil toneladas. Para 2010, no entanto, a estimativa é de um incremento de 100 mil toneladas, somando 128 mil toneladas de frango.

O governo chinês anunciou sua medida antidumping contra os EUA depois do Congresso norte-americano iniciar sua aprovação de um projeto de lei permitindo a barreira a produtos feitos na nação asiática por conta do nível de desvalorização do yuan em relação ao dólar. "Ao longo desse ano já tivemos uma mostra clara de que está havendo uma relação conturbada entre os Estados Unidos e a China, que está se afastando da dependência norte-americana de frangos. Os chineses não querem perder um mercado para ganhar outro. Eles querem segurança e estão conversando muito com o Brasil. Percebemos que há um movimento muito favorável à indústria brasileira", afirmou o presidente da Ubabef.
Tags:
Fonte: Redação NA

Nenhum comentário