Carne de frango: previsões da Conab tendem a ser superadas

Publicado em 07/10/2010 08:49
178 exibições
Como mostrou recentemente o AviSite, a Conab prevê que em 2010 a produção brasileira de carne de frango aumente 6,2%, chegando aos 11,7 milhões de toneladas. Porém, as projeções do órgão em relação à avicultura de corte vão mais além. Pintos de corte: alojamento interno de 5,893 bilhões de cabeças, mais 6% sobre 2009; exportações: 3,687 milhões de toneladas, 1,5% a mais que no ano passado; disponibilidade interna de carne de frango: 8,017 milhões de toneladas, volume 8,5% superior ao ofertado em 2009.

Naturalmente, essas projeções se baseiam em indicadores do próprio setor avícola. Mas embora tenham sido atualizadas em agosto passado, pode-se antecipar com base nos dados consolidados do primeiro semestre de 2010 que todos os valores apontados serão superados.
Essa perspectiva fica clara quando se analisam os volumes faltantes no segundo semestre para alcançar a projeção anual: os índices de incremento em relação ao primeiro semestre são muito baixos (+1,4% nos pintos de corte; +1,3% na produção de carne de frango; +4,3% na exportação; e, comparativamente ao 1º semestre redução na oferta interna).

A análise desses quatro indicadores no quadriênio 2006-2009 aponta que no segundo semestre todos eles apresentam, em média, incremento que varia entre 8% e 9% em relação ao primeiro semestre. Mas mesmo sendo pouco provável alcançarem-se esses índices no segundo semestre de 2010, sem dúvida a expansão será maior que a prevista.

De toda forma, os números da Conab não estão dissociados da realidade. Assim, talvez não seja equivocado estimar-se algo em torno dos 6 bilhões de pintos de corte, pelo menos 11,8 milhões de toneladas totais de carne de frango, exportações de 3,850 milhões de toneladas. O que, por decorrência, vai fazer com que a oferta interna fique em torno dos 8 milhões de toneladas volume que coincide com os números projetados pela Conab e corresponde a um consumo per capita anual da ordem de 41,5 kg.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário