Frango está mais caro no supermercado, mas reajuste não chega ao produtor

Publicado em 19/10/2010 09:06
314 exibições
Associação Gaúcha de Avicultura defende que o repasse é resultado do aumento no preço do milho.
O aumento no valor da saca de milho fez com que as indústrias repassassem os custos aos consumidores de frango. Entretanto, apesar de no supermercado o produto estar mais caro, o reajuste não chegou ao produtor.
 
O preço cobrado pela indústria ao atacado aumentou de 10 a 15% nos últimos 30 dias . A Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) defende que o repasse é resultado do aumento no preço do milho.

Nós aqui por uma posição geográfica, por não ser um Estado auto suficiente na produção de grãos, buscamos em torno de 1,7 milhão de toneladas de milho de outros Estados. Isso faz com que nós tenhamos um custo maior, e não temos outra alternativa a não ser repassar para o produto avalia o secretário-executivo da Asgav, Eduardo dos Santos.

Esse aumento não chega para o produtor de frango. Segundo a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag), os ajustes são feitos pelas empresas.

O que ocorre é algum ajuste que as empresas, vão fazer, as integradoras em relação ao preço pago ao produtor e ao preço que é repassado depois para o supermercado e consequentemente para o consumidor explica a vice-presidente da entidade, Sérgio de Miranda.

O produtor de milho Diones do Carmo reduziu a área plantada em 40%. Segundo ele, na época do plantio, os preços estavam baixos e havia muita oferta no mercado, mas 60 dias depois, o preço do milho reagiu e atualmente a saca de 60 quilos está sendo vendida em torno de R$ 20.
Tags:
Fonte: Canal Rural

Nenhum comentário