Preço ao produtor de leite tem alta discreta no Brasil

Publicado em 01/11/2010 08:07 e atualizado em 01/11/2010 09:28
307 exibições

O preço médio pago em outubro pelo leite entregue pelos pecuaristas do país aos laticínios em setembro registrou leve aumento em relação ao patamar praticado no mês anterior, de acordo com informações da Scot Consultoria.

Levantamento da empresa mostra que litro do leite atingiu a média nacional de R$ 0,706, ante os R$ 0,700 pagos em setembro, quando houve estabilidade na comparação com agosto depois de quatro meses (abril a julho) com as cotações mais elevadas deste ano.

O mais alto nível de preços pagos ao produtor permaneceu em São Paulo (R$ 0,761 na média de outubro), seguido por Minas Gerais (R$ 0,734). Dos 17 Estados pesquisados, houve valorização do preço médio em dez, queda em quatro e estabilidade em três.

A ascensão dos preços ao produtor motivou altas do litro do longa vida no atacado e no varejo. No atacado, a cotação média nacional apurada foi de R$ 1,71, ante R$ 1,67 em setembro; nas gôndolas, foi de R$ 1,90, ante R$ 1,89.

Como o momento é de oferta mais restrita por causa do clima seco dos últimos meses, houve altas mais expressivas no mercado spot. Conforme Rafael Ribeiro, da Scot, é um indicador do viés esperado para os preços ao produtor em novembro, uma vez que o spot costuma antecipar tendências. Mas o analista não espera disparadas. Para ele, novembro será mais um mês de, no máximo, alta moderada.

Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário