Desempenho do frango vivo na primeira semana de novembro

Publicado em 08/11/2010 14:12
251 exibições
Sem registrar novas baixas desde o final de outubro, o frango vivo comercializado no interior paulista percorreu a primeira semana de novembro com o preço estabilizado em R$1,70/kg, o menor valor das últimas 11 semanas, portanto, desde o começo de setembro passado.
Em outras palavras, o preço pago pelo produto retrocedeu ao mesmo valor praticado na última semana de agosto, comportamento que se contrapõe ao ocorrido, por exemplo, com o boi gordo, cujo valor nesse espaço de tempo apresentou incremento superior a 20%.
Embora o atual preço recebido pelo frango vivo corresponda a uma valorização de 10,57% em relação à média registrada há um ano (R$1,54/kg em novembro de 2009), em comparação a outubro de 2010 prevalece uma queda de 7,51%. E uma vez que esse resultado negativo vem desde o mês passado, em pouco mais de 30 dias o frango vivo perdeu, pela média, perto de 12% de seu melhor preço no ano (R$1,93/kg em setembro passado). Já em relação à melhor cotação do período a perda é de 15% (de R$2,00/kg em meados de setembro para os atuais R$1,70/kg).
Apesar, no entanto, dos vários fatores desfavoráveis, o setor inicia a segunda semana de novembro com novas perspectivas. E não apenas porque estamos no período de pagamento de salários, mas sobretudo porque a oferta, nos últimos dias, vem ficando cada vez mais ajustada à demanda.
Ao que tudo indica, o desastre ocorrido na segunda quinzena de outubro - período em que os preços retrocederam de R$1,90/kg (considerado ponto de estabilização nas atuais condições do mercado de carnes) para R$1,70/kg - foram ocasionados pela desestruturação pontual de alguns abatedouros, o que acabou contaminando todo o mercado do frango.
Com o equacionamento desses problemas o mercado voltou a operar em condições consideradas de estáveis para firmes. O que deve favorecer a retomada dos preços ainda nesta semana.

20101108_tabela4.gif
Tags:
Fonte: Avisite

Nenhum comentário