Setor leiteiro declara guerra à importação

Publicado em 05/01/2011 07:01 387 exibições
Balanço do setor leiteiro do Sul do país, que detém 30% da produção nacional, aponta capacidade ociosa de 43% do parque industrial. Representantes dos 310 mil produtores da região dizem que o desequilíbrio é gerado por excessivas importações.

Segundo os produtores, a cada quilo de leite em pó importado, a indústria deixa de comprar 10 litros de leite dos produtores nacionais.

Em reunião realizada em Curitiba, o fórum leiteiro decidiu partir para uma ofensiva que prevê articulação com o Congresso e o governo federal, no campo político. "As importações abusivas e desnecessárias que visam aproveitar as vantagens econômicas trazidas pelo sistema cambial, atualmente favorável às importações, só impactam negativamente o mercado interno'', informa o documento oficial do Fórum Permanente da Cadeia Láctea da Região Sul.

Na área comercial, os produtores vão enviar consulta oficial ao governo federal para mapear onde estão os maiores importadores, se na indústria ou nos supermercados.

- O setor lácteo tem todas as condições de ser a próxima frente do agronegócio - disse Elton Weber, presidente do Conselho dos Produtores Rurais da Cadeia do Leite do Rio Grande do Sul e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado.

Tags:
Fonte:
Zero Hora

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário