Consumo de carne suína no País sobe 1,5 quilo

Publicado em 17/02/2011 08:24 309 exibições
Um grupo formado Sebrae, Faeg, Senar-GO, Associação Goiana dos Suinocultores (AGS) e os coordenadores do Programa Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) se reuniu nesta terça-feira (15), em Goiânia para fazer um balanço das ações de 2010 e planejar os trabalhos para 2011. O resultado das ações de 2010 elevou o consumo per capto de 13 quilos para 14,5 quilos ao ano.

Dentre as ações realizadas em 2010 está o curso de novos tipos de corte para açougueiros, palestras com médicos e nutricionistas para desmitificar a imagem ruim da carne suína junto à população, palestras direcionadas para as donas de casa, promoção de oficinas gastronômicas e degustações. Também foram feitas consultorias para indústrias e granjas. Segundo a assessora técnica da Comissão de Suinocultura da Faeg que participou da reunia, Christiane de Paula Rossi, as atividades realizadas ano passado promoveram modificações consideráveis nos processos de algumas indústrias, que com apoio dos técnicos do PNDS houve uma otimização das rotinas que culminou com a implantação do ISO.

Em 2011 esse trabalho terá continuidade, a novidade será o trabalho de qualificação específica do suinocultor a ser realizado pelo Senar Goiás. Três instrutores do Senar foram capacitados de acordo com as novas metodologias da PNDS para auxiliar os produtores. No conteúdo do treinamento haverá instruções sobre manejo, gestão da propriedade, palestras sobre associativismo e cooperativismo.

De acordo com Christiane, a meta para esse ano é aumentar a produção goiana, que ainda não atende toda a demanda do Estado e elevar o consumo de carne suína em Goiás.

Tags:
Fonte:
Faeg

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário