Inspeção sanitária alcança 87% da carne de frango produzida no Brasil

Publicado em 11/04/2011 08:23 248 exibições
Como em 2010 o Brasil produziu – dados do próprio setor avícola – 12,3 milhões de toneladas de carne de frango e o abate sob inspeção – de acordo com o IBGE – aproximou-se dos 10,7 milhões de toneladas, só se pode concluir que 87% de todos os frangos produzidos no Brasil foram submetidos a algum tipo de inspeção – municipal, estadual, mas principalmente federal.
Mesmo assim, cabe perguntar: qual é a consistência desses dados (não só os do IBGE, mas também os do setor avícola)? Para tentar responder, o AviSite efetuou um confronto entre os números apresentados pelas duas fontes, tomando como base:

- Da parte da avicultura, os dados da APINCO – os únicos disponíveis com habitualidade e em bases mensais – compreendidos por (1) alojamento interno de pintos de corte e (2) projeção da produção de carne de frango [efetuada a partir dos pintos alojados];

- Da parte do IBGE, o número de cabeças abatidas e o peso delas decorrente.
Note-se que as bases de dados de uma e outra instituição são absolutamente distintas entre si. Pois enquanto os números da APINCO partem de levantamentos [da produção de pintos] no mercado e se completam com uma estimativa [da produção de carne de frango], os do IBGE têm bases físicas sólidas: o número de cabeças de frango efetivamente abatidas em estabelecimentos inspecionados e o seu consequente peso.

Isso poderia levar a resultados também distintos entre si. Mas não é o que ocorre, como demonstra a tabela abaixo. Assim, se o número de cabeças abatidas (IBGE) correspondeu a 87% do total de cabeças criadas (APINCO), o peso obtido apresentou idêntico percentual – com diferença de apenas 0,28 ponto percentual em relação ao número de cabeças abatidas.

Os resultados apresentados indicam que as informações de ambas as fontes têm total consistência.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário