Entressafra, Páscoa e custo sustentam leite

Publicado em 29/04/2011 07:57 230 exibições
A demanda por leite para produção de ovos de Páscoa e o aumento dos custos de produção fizeram o leite ter a maior alta deste ano no mês de abril, conforme levantamento da Scot Consultoria. Este mês, o preço médio do leite pago ao produtor nacional ficou em R$ 0,776 por litro, 3,05% mais do que em março, segundo a pesquisa.

O valor pago em abril se refere ao leite entregue no mês anterior. As maiores altas ocorreram nos Estados produtores do Centro-Sul, onde a oferta recua de forma mais acentuada.

O leite sobe desde o início do ano, mas em abril a valorização foi mais expressiva. "Houve maior demanda por leite em março para produzir ovos de Páscoa", afirma Rafael Ribeiro, analista da Scot Consultoria. Essa procura aumentou a concorrência entre as empresas pelo produto. Além disso, o setor produtivo enfrenta alta nos custos por causa do maior preço dos grãos para a suplementação da alimentação do gado leiteiro. Segundo Ribeiro, o pecuarista repassou a alta para o leite.

Ele acrescenta que tudo isso ocorreu num momento em que a oferta de leite já começa a sofrer uma queda natural por causa da entressafra. E, a partir de agora, afirma, a redução deve se acentuar porque as pastagens começam a perder qualidade com a chegada do clima mais frio nas regiões de produção.

"Nos próximos dois meses, a oferta deve seguir em queda", diz, prevendo o pico da entressafra para os meses de junho e julho.

Os preços do leite longa vida no varejo refletem a oferta mais apertada e maior disputa entre os laticínios. Entre o começo deste ano e abril, o litro subiu 10%, para R$ 2,18 por litro.

Rafael Ribeiro não descarta a possibilidade de aumento da importação de leite em pó em meados do ano caso o longa vida continue se valorizando e alcance picos vistos em 2009, quando chegaram a R$ 2,30 por litro.

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário