Desempenho do ovo no primeiro decêndio de julho

Publicado em 11/07/2011 11:03 204 exibições
O temor, com a chegada do mês de julho, era o de que os preços dos ovos experimentassem recuo, pois, além do término das festas juninas (forte consumidora do produto), o mercado convive com as férias escolares. Mas o primeiro decêndio do mês foi completado com os preços do ovo permanecendo estáveis e com cotações inalteradas desde a última semana de junho.

Concorre para essa estabilidade o fato de haver perfeito ajuste entre oferta e demanda, ainda que esta última seja no momento inferior à do mês passado. Assim, mantidas as mesmas condições, prevalece a perspectiva de continuidade da presente estabilidade no restante do mês.

E o setor precisa se esforçar ao máximo para não perdê-la. Porque, a despeito do valor recebido se encontrar no momento 24% acima do registrado há um ano, apresenta redução de mais de 2% sobre o mês anterior – isto sem que tenha ocorrido qualquer redução nos custos. Além disso, porém, é impossível ignorar que o ganho anual próximo de 25% continua absolutamente insuficiente para cobrir o custo da principal matéria-prima do ovo, o milho, cujos preços estão agora pelo menos 65% acima do valor registrado há um ano, nesta ocasião.

Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário