Embargo russo influenciou aumento da exportação de carne suína em junho, diz presidente da Abipecs

Publicado em 11/07/2011 15:05 358 exibições
Conforme Pedro Camargo Neto, empresas anteciparam vendas do mês para garantir receita.
O aumento de 12,3% no volume de exportações de carne suína e de 29,6% em receita, no mês de junho, foi registrado devido ao embargo russo, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro Camargo Neto.

Em entrevista nesta segunda, dia 11, para o programa Mercado & Cia, ele explicou que o aumento aconteceu, pois as empresas exportadoras e importadoras, ao saberem do embargo, anteciparam as vendas para a primeira quinzena do mês de junho.

Ele confirmou que não haverá embarques para Rússia no mês de julho e que ainda não foi confirmado o final do embargo. Porém, a notícia de que a restrição à carne brasileira deve passar a ser por unidade frigorífica, pode animar o mercado.

– O reflexo da notícia pode ser vista nos preços. A crise da suinocultura atingiu o fundo do poço, por isso é importante que essa abertura da Rússia seja confirmada rapidamente – informou.

Camargo Neto destacou ainda que não houve fechamento do mercado da Ucrânia para a carne brasileira, mas sim a suspensão de dois frigoríficos, que não interromperam o curso normal de exportação.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

0 comentário