Preço da saca de milho inviabiliza criação de suínos em MT

Publicado em 19/07/2011 07:43 430 exibições
Os criadores de suínos de Mato Grosso continuam a amargar prejuízos diários por conta do alto custo de produção no Estado. Recentemente a Associação dos Criadores (Acrismat) solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a realização de leilões de milho com prêmio de compra para os produtores do Estado, nos mesmos moldes do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (PEPRO).

De acordo com o presidente da Acrismat, Paulo Lucion, o preço da saca de milho, comercializado entre R$16 a R$18, está inviabilizando a produção de suínos no Estado. “Precisamos que o governo interfira e venda milho mais barato para os produtores do nosso Estado, o preço da carne caiu e o milho aumentou, está cada vez mais difícil trabalhar”, revelou o presidente.

Segundo Lucion, outro custo alto da produção é a energia, que consome boa parte dos recursos da atividade. Recentemente, a Acrismat solicitou ao Governo do Estado a suspensão temporária do percentual de ICMS que incide sobre as contas de energia dos produtores de suínos. “No Paraná, já há um dispositivo em forma de legislação que suspende a cobrança de ICMS sobre a energia dos suinocultores assim que o setor entra em crise”, informou.

Lucion informa ainda que o preço do milho deve subir em razão da quebra de safra de Mato Grosso, que chega a 20%. Em outros Estados, em razão das geadas no Mato Grosso do Sul e no Paraná, a oferta de milho diminuiu também.

A Acrismat ainda solicitou à Conab, a realização de compra de milho via balcão. Segundo a Associação em Mato Grosso esta modalidade de venda não era realizada no Estado. Em pedido feito pela Associação Brasileira de Criadores de Suínos, ABCS, a Acrismat solicitou a oferta deste tipo de venda para os suinocultores de Mato Grosso, pela quantidade mínima de 27 mil quilos.

Tags:
Fonte:
Só Notícias

0 comentário