Frango vivo: preço menor que o da crise de 2009

Publicado em 19/07/2011 11:12 328 exibições
O preço médio do frango vivo comercializado no interior paulista alcançou, nos primeiros 16 dias de julho corrente, remuneração média de R$1,70/kg, valor que se situa apenas R$0,02 (dois centavos!) acima do preço médio obtido em julho de 2007, ou seja, quatro anos atrás.

Não só isso, no entanto. Em valores nominais, o atual preço do frango permanece aquém não só daquele registrado em julho de 2008 (período excepcional para todas as carnes), mas abaixo também do alcançado em julho de 2009, quando se vivia o ápice da crise econômica mundial deflagrada no final do ano anterior. Então, o recuo do frango vivo em relação a julho de 2008 foi inferior a 5%. Porque, simplesmente, o setor soube adequar o volume produzido ao momento econômico reconhecidamente difícil.

O cenário, porém, se torna ainda mais crítico ao atualizar-se o valor recebido anos atrás pela inflação acumulada no País (neste caso, utilizando-se como referencial o IPCA do IBGE). Então, é possível constatar que o preço do frango vivo em julho corrente é significativamente inferior aos registrados entre 2007 e 2009 neste mesmo mês, além de se encontrar apenas dois centavos acima da média alcançada em julho do ano passado.

Neste último caso, o produtor poderia até dizer que teve um ganho real de mais de 1% em relação a 2010. Mas até esse aparente ganho se esvai completamente frente à constatação de que o preço hoje pago pelo produtor pela principal matéria-prima do frango, o milho, supera – em valor nominal e real, respectivamente - em 63% e 53% o valor de um ano atrás.

Detalhe: o faturamento propiciado pela produção atual não é muito diferente, em valores reais, daquele obtido no momento mais difícil da crise de 2009. Só que, lá, a produção era cerca de um quarto menor. Para comprovar, é só fazer as contas.

Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário