Muda o “mix” de importadores de carne de frango dos EUA

Publicado em 27/07/2011 10:25 212 exibições
Embora a grade de importadores da carne de frango norte-americana já não tenha a mesma disposição de anos atrás, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) continua a manter o posicionamento tradicional dos 10 principais importadores - a Rússia em primeiro lugar, seguida por México, China, Cuba, Canadá, etc.

Mas a Rússia agora está colocada em um distante sexto lugar, após México (o atual líder), Hong Kong, Canadá, Taiwan e Angola. E a China, na atualidade, sequer figura entre os dez maiores compradores da carne de frango dos EUA.

Em outras palavras, mudaram significativamente os níveis de participação desses 10 países nas exportações dos EUA. Por exemplo: cinco anos atrás, em 2006 (período de 12 meses), 40% do frango norte-americano tinha por destino apenas dois países - Rússia (30% do total) e China (10% do total). Já nos cinco primeiros meses de 2011 a participação desses dois países caiu para 5,8% - 4% para a Rússia; 1,8% para a China – elevando-se a participação do México (de 9% para 15,7%) e, entre outros, de Hong Kong (de 2% para 7,6%).

Naturalmente, o aumento dos embarques para Hong Kong compensa as perdas enfrentadas com a China continental. Mas não o suficiente para garantir a participação chinesa anterior.

Em decorrência, a manutenção dos embarques nos mesmos níveis de 2010 (entre janeiro e maio, acréscimo de 1,2% sobre idêntico período do ano passado) está sendo alcançada graças a uma maior diversificação de mercados. Em 2006, os países caracterizados pelo USDA como “demais importadores” não chegaram a absorver 30% das exportações norte-americanas de carne de frango. Em 2011, nos primeiros cinco meses, essa participação se encontra em 55% do total.

Tags:
Fonte:
Avisite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário