Safra de grãos: recorde de Minas sobe para 12 milhões de toneladas

Publicado em 06/06/2012 08:29 426 exibições
Milho impulsiona resultados com 7,7 milhões de toneladas.
A produção mineira de grãos, na safra 2011/2012, deve alcançar 12 milhões de toneladas, conforme levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgado nessa terça-feira (05). Segundo a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o valor equivale a um aumento de 12,9% em relação à safra anterior. Para o Brasil, a estimativa é de 161,2 milhões de toneladas de grãos, retração de 1,0%.

De acordo com o superintendente de Política e Economia Agrícola da Seapa, João Ricardo Albanez, os resultados de Minas reforçam a previsão de safra recorde, liderada pelo milho. O levantamento mostra que a produção do grão deve alcançar 7,7 milhões de toneladas, volume 17,4% superior ao registrado no período 2010/2011. 

O superintendente considera que, no caso do milho, há o registro de uma expansão da área para 1,3 milhão de hectares, que corresponde ao crescimento de 8,4%. Já a produtividade, da ordem de 5,9 toneladas por hectare, possibilita um aumento de 8,3% na comparação com o volume apurado na safra anterior. 

“A crescente demanda por milho no mercado interno, principalmente para atender à produção de ração utilizada nos segmentos de aves e suínos, é o principal fator de incremento da produção mineira do grão”, explica. Além disso, existe a perspectiva de atender à demanda internacional em função da queda dos estoques mundiais. Atualmente, a produção de milho em Minas equivale a 61,0% da safra estimada do grão no Sudeste do Brasil”, acrescenta o superintendente. 

Ele aponta também a expansão da safra de soja, com estimativa de 3,0 milhões de toneladas, volume 5,0% superior ao registrado em 2010/2011. Segundo Albanez, predominaram no Estado condições climáticas favoráveis à produção. Este fator, mais a utilizaçao de tecnologia, possibilitaram uma produtividade média de 3 toneladas por hectare, volume 5% maior que o obtido na safra anterior. Para Albanez, também no caso da soja, a produção está sendo estimulada pelas oportunidades de comercialização do grão no mercado interno, neste caso para atender ao processamento do grão para a produção de óleo e farelo.

A análise dos dados de Minas mostra também números expressivos para o sorgo, que deve alcançar uma safra de 431,5 mil toneladas, aumento de 17,3%. O resultado foi beneficiado pela expansão da área plantada, que alcançou 135,0 mil hectares, 6,5% maior que a da safra passada. E a produtividade de 3,2 toneladas por hectare equivale a um crescimento de 10,2%.

Outro produto com resultado expressivo em Minas é o feijão, que deve alcançar uma safra de 628,4 mil toneladas. O crescimento da produção em 7,9% deve ser atribuído aos plantios da segunda safra, com a provável expansão da terceira. Segundo Albanez, os produtores aumentaram o uso de tecnologia porque o mercado tem proporcionado bom retorno aos investimentos nas lavouras. 

Já o amendoim cultivado em Minas tem safra prevista de 8,3 mil toneladas, volume 2,5 superior aos registros do período anterior. A projeção pode ser atribuída à produtividade de 3,2 toneladas por hectare, crescimento de 18,2%.

Safra 2011/2011

Minas:
Total: 12 milhões/t (+12,9%)
Milho: 7,7 milhões/t (+17,4%) 
Soja: 3,0 milhões/t (+5,0%)
Feijão: 628,4 mil/t (+7,9%)
Sorgo: 431,5 mi/tl (+17,3%)
Amendoim: 8,3 mil/t (+ 2,5)

Brasil: 
161,2 milhões/t (-1%)
Tags:
Fonte:
Agência Minas

0 comentário