Orizicultura: governo expõe política de armazenagem para o setor

Publicado em 22/02/2013 17:35
424 exibições
Abertura oficial da colheita do arroz no Rio Grande do Sul será no sábado
A política de armazenagem para a orizicultura safra 2012/13 foi detalhada pelo secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Caio Rocha, durante evento que integra a programação da 23ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz em Restinga Seca, no Rio Grande do Sul. Foi nesta sexta-feira, dia 22 de fevereiro.
Rocha abordou a armazenagem dentro da política de regionalização defendida pelo Ministério, também destacou a utilização de consórcios públicos para execução dessas políticas e reiterou a importância da certificação das unidades armazenadoras. Dos 4.826 armazéns existentes no Rio Grande do Sul, apenas 431 estão credenciados junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ou seja 8,9%.
Sobre a certificação, o secretário ressaltou a importância e disse ser o reconhecimento formal, concedido por um organismo autorizado, de que uma entidade tem competência técnica para realizar serviços específicos. O Brasil é o único país no mundo que tem um sistema específico de qualificação da atividade armazenadora.
"O Ministério está trabalhando na construção de uma política de armazenagem para constar no próximo Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014. A novidade é possibilitar permitir o credenciamento de pessoas físicas junto à Conab", salientou.
Caio Rocha está em Restinga Seca, onde participa no sábado, dia 23 de fevereiro, da 23ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz. O evento será aberto oficialmente pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho. A cerimônia está prevista para às 10h30min, no Centro de Eventos do município gaúcho.
Tags:
Fonte Mapa

Nenhum comentário