Queda na produção de feijão chegou a 90% em Minas Gerais por conta da seca

Publicado em 27/03/2014 08:15 470 exibições

A estiagem e as altas temperaturas impactaram fortemente na produção de grãos, uma das mais afetadas foi a cultura do feijão. De acordo com os dados da Emater, a previsão era colher 159,4 mil toneladas do grão, mas a queda na produção chegou a 90% ou de 143,5 mil toneladas. A colheita de apenas 15,1 mil toneladas causou prejuízos de R$ 215,2 milhões para os produtores de feijão.

As lavouras de milho também foram muito atingidas. Do total da área destinada à produção de grãos no Norte, mais de 120 mil hectares eram ocupados com a cultura do milho, produto de fundamental importância tanto para alimentação humana como dos animais. Com a estiagem, a área do cereal foi reduzida para 99,7 mil hectares na safra 2013/14, com previsão inicial de produzir 249,2 mil toneladas. Porém, com a estiagem os produtores perderam 199,4 mil toneladas ou 80% do volume plantado. O prejuízo foi calculado em R$ 109 milhões.

Leia a notícia na íntegra no site do Diário do Comércio.

Tags:
Fonte:
Diário do Comércio

0 comentário