Trigo RS: Elevação da umidade relativa do ar favorece doenças fúngicas em algumas regiões do estado

Publicado em 22/08/2014 09:36 339 exibições

De maneira geral o clima dos últimos dias vem contribuindo para o bom desenvolvimento da cultura, em que pese seu atraso em relação aos anos anteriores. Em alguns casos, entretanto, a elevada umidade relativa do ar, associada à temperaturas amenas, tem favorecido a instalação de doenças fúngicas como helminthosporiose, ferrugens e manchas folhares, o que leva os produtores a intensificar as aplicações de fungicidas. Em parte, este fato tem deixado os agricultores apreensivos face à possibilidade deum retorno econômico insatisfatório devido ao aumento dos custos de produção com a cultura. No momento, as lavouras iniciam com mais intensidade o processo de elongação e emissão das espigas (floração), fato que proporcionará uma avaliação mais precisa do potencial produtivo, que até agora se mantem no patamar inicialmente previsto.

O mercado continua com pouca liquidez e com preços deprimidos, uma vez que os moinhos estão grandes estoques acumulados e sem necessidades prementes. Durante a semana a comercialização foi praticamente inexistente, com o preço médio da saca de 60 kg mantendo-se inalterado em relação à semana passada (R$ 27,62). 

Leia o boletim na íntegra no site Emater/RS

 

Tags:
Fonte:
Emater/RS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário