Arroz: Retração vendedora sustenta valores domésticos

Publicado em 27/08/2014 10:07 380 exibições

As cotações do arroz seguem firmes no mercado interno, sustentadas pela retração de parte de produtores, ao mesmo tempo em que indústrias passaram a sinalizar maior interesse de compras. Porém, segundo pesquisadores do Cepea, ainda prevalecem as negociações em pequenas quantidades e para atendimento da demanda de curto prazo. Com dificuldade nas vendas do arroz em fardo para atacado e varejo, alguns agentes postergam as compras de novos lotes, o que também afeta o mercado do casca. Algumas empresas aguardam oportunidades de negócios de vendedores que precisam “fazer caixa”, para, então, adquirir novos lotes com preços menores. Produtores, por sua vez, também parecem não ter urgência nas comercializações. Quando precisam negociar e dispõem de outros produtos, como soja e gado, deixam as vendas de arroz para segundo plano. Entre 19 e 26 de agosto, o Indicador ESALQ/Bolsa Brasileira de Mercadorias-BM&FBovespa (Rio Grande do Sul, 58% grãos inteiros) subiu 0,5%, fechando a terça-feira, 26, a R$ 36,48/sc 50 kg.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário