2016/17: Crop Tour Pro Farmer estima queda de 10 milhões de toneladas na safra de milho nos EUA

Publicado em 26/08/2016 16:45
1417 exibições

Nesta sexta-feira (26), o Crop Tour Pro Farmer, renomado tour que acontece anualmente no Meio-Oeste dos EUA, chegou ao fim e trouxe relatos dos campos para as culturas de soja e milho da temporada 2016/17. As estimativas são diferentes das reportadas pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu último boletim de oferta e demanda, divulgado em agosto.

A produção de soja norte-americana foi estimada em 111,39 milhões de toneladas. Já a produtividade média foi projetada em 55,9 sacas do grão por hectare. No início do mês, o departamento indicou a safra de soja em 110,5 milhões de toneladas e rendimento médio ao redor de 55,45 sacas por hectare.

No caso do milho, os números foram ainda mais surpreendentes, uma vez que, a projeção do tour foi de uma produção de 374,11 milhões de toneladas, frente as 384,91 milhões de toneladas estimadas pelo USDA em seu último boletim. A produtividade média das lavouras do cereal ficou em 180,15 sacas por hectare, contra as 185,32 sacas por hectare projetadas no início de agosto pelo órgão.

Foram pesquisados os estados de Dakota do Sul, Nebraska, Minnesota, Iowa, Illinois, Indiana e Ohio, em quase todos eles, os índices da produtividade do cereal ficaram acima do registrado no ano passado e a contagem das vagens para a oleaginosa também.

"Essas estimativas baseiam-se em perspectivas de clima favorável ao longo do mês de setembro. E a cultura da soja pode se beneficiar ainda mais do clima do que a cultura do milho", informou a nota oficial do Crop Tour Pro Farmer. ​

Estados:

Dakota do Sul

A produtividade do milho foi estimada em 158,52 sacas por hectare, contra as 175,62 sacas colhidas no ano anterior. Na soja, a contagem de vagens foi de 970,61 por amostragem, contra as 1.054,98 vagens por amostragem de 2015.

Ohio

A perspectiva é que sejam colhidas em média 157,65 sacas de milho por hectare, bem perto do ano anterior, de 157,02 sacas do cereal por hectare. Para a soja, a contagem de vagens ficou em 1.055,05 por amostragem. No ano anterior, o número era de 1.125,6 vagens por amostragem.

Nebraska

No estado, a produtividade do milho foi projetada em 167,85 sacas por hectare, abaixo do registrado em 2015, de 174,8 sacas por hectare. A soja está ligeiramente acima do ano anterior, com a contagem de vagens em 1.223,07 por amostragem, frente às 1.220,02 vagens por amostragem do ano passado.

Indiana

No milho, o rendimento médio ficou em 183,55 sacas por hectare. O número ficou bem acima do ano anterior, de 151,27 sacas por hectare. Na soja, a contagem de vagens foi de 1.178,41 por amostragem, contra as 1.093,08 vagens por amostragem.

Illinois

A perspectiva é que sejam colhidas 204,8 sacas de milho por hectare, contra as 181,65 sacas por hectare colhidas no ano anterior. Já na soja, a projeção é de 1.318,09 vagens por amostragem, frente às 1.190,47 vagens por amostragem do ano anterior.

Iowa

O rendimento médio do milho ficou em 199,15 sacas por hectare. Em 2015, o número estava em 190,77 sacas por hectare. Para a oleaginosa, o número foi de 1.224,28 vagens por amostragem, frente às 1.219,21 vagens por amostragem.

Minnesota

A estimativa é que sejam colhidas 192,97 sacas de milho por hectare, contra as 202,02 sacas por hectare do ano passado. Na soja, a contagem ficou em 1.107,60 vagens por amostragem, diante das 1.119,22 vagens por amostragem registrada em 2015.

Por Fernanda Custódio
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário