Trigo: Argentina e Uruguai à espera de novas precipitações

Publicado em 10/10/2016 10:44
100 exibições

As chuvas ocorridas na última sexta-feira (7), que contemplaram boa parte da zona núcleo da Argentina, permitiram melhorar o perfil de umidade para o plantio de trigo, que ainda se encontra na etapa vegetativa, ao mesmo tempo em que no norte o cereal já se encontra entre o espigamento e o enchimento de grão.

O levantamento realizado pela Bolsa de Cereais do país indicou que 58% dos 4.300.000 hectares plantados para a safra 2016/17 apresentam uma condição hídrica adequada e 12% apresentam uma condição ótima. No entanto, 27% da área total apresenta uma condição de umidade regular, a qual poderia melhorar nas próximas semanas com a chegada de novas precipitações. Esses lotes se encontram, em maioria, sobre as regiões noroeste, nordeste, norte, Centro-Norte de Córdoba e Santa Fé.

O Panorama Agrícola Semanal detalhou ainda que, na região noroeste, o cereal se encontra transitando entre as etapas de grão pastoso e duro, onde as precipitações registradas melhoraram em parte a condição hídrica dos lotes de trigo que se encontravam em um déficit hídrico prolongado. Por sua vez, se registraram também os primeiros trabalhos de colheita em lotes pontuais sobre as localidades saltenhas de Tartagal e Rosario de la Frontera, com índices que ficaram abaixo da média da zona. Por outra parte, no nordeste, os quadros de trigo ainda se encontram na etapa de enchimento de grão (leitoso e pastoso), debaixo de uma condição de umidade que melhorou nos dias anteriores.

Uruguai

No Uruguai, os cultivos de trigo avançam em boas condições, com bom desenvolvimento e bom estado sanitário, mas à espera de mais precipitações, pois se encontram em uma fase em que consome muita água e há muito cultivo com enraizamento superficial, portanto, a expectativa é de que venham chuvas com poucos índices pluviométricos e seguidas.

Na zona de Mercedes, a maioria dos cultivos estão encanados, alguns mais adiantados, mas ainda não estão espigados.

Por: Izadora Pimenta, com TodoElCampo.com.uy e Noticias Agropecuarias
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário