Arroz: vendas se enfraquecem; preços oscilam com demanda pontual

Publicado em 01/07/2020 10:40 83 exibições

As vendas de arroz em casca às indústrias beneficiadoras no Rio Grande do Sul se enfraqueceram na última semana de junho. Esse cenário se deve à ocorrência de chuvas, que dificulta o transporte das propriedades para os engenhos, e também à baixa necessidade de caixa por parte de produtores. Assim, com demandas pontuais, os preços oscilaram regionalmente. Vale ressaltar que algumas indústrias pagaram um pouco mais pelos lotes próximos de suas unidades processadoras. O Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada), registrou alta de 1,18% entre 23 e 30 de junho, fechando a R$ 62,75/sc de 50 kg no dia 30. Em junho, o Indicador subiu 0,38%. Segundo colaboradores do Cepea, o beneficiamento e as vendas do arroz gaúcho tiveram ritmo mais acelerado a partir de março, atingindo recorde histórico em maio/20, com praticamente 829 mil toneladas comercializadas, segundo o Irga (Instituto Rio Grandense do Arroz). Em relação ao mesmo período de 2019, esse volume é 33,5% superior. O recorde em maio/20 pode justificar o menor ritmo de vendas em junho. Segundo agentes, as comercializações acima da média podem representar, na prática, um estoque maior no atacado e/ou varejo, o que levaria à uma menor necessidade de novas aquisições. 

Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário