Federarroz aproveita visita de Bolsonaro para pedir ajuda ao setor

Publicado em 03/08/2020 09:53 38 exibições

LOGO estadao

Arrozeiros do Rio Grande do Sul apresentaram ao presidente Jair Bolsonaro na sexta-feira (31), quando ele visitou o Estado, pleitos para tentar minimizar o endividamento do setor. O diretor da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul, Cristiano Cabrera, citou, em nota, os problemas climáticos, o alto custo de produção e a falta de renda. O setor destaca a situação em especial dos produtores da parte Sul do Estado e pede que seja viabilizada a renegociação do passivo desses produtores, vencido há mais de um ano.

O pedido é de um prazo para quitação de 15 anos, sem prejuízo da carência de dois anos e juros de, no máximo, 5% ao ano. Segundo Cabrera, Bolsonaro informou que o assunto já está com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Tags:
Fonte:
Estadão Conteúdo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário