Técnicos do IPEM-MT recebem treinamento para atuar em Laboratório de Umidade de Grãos

Publicado em 20/11/2020 09:50 335 exibições
Unidade será a segunda do Brasil, com inauguração prevista para o dia 9 de dezembro na Capital Matogrossense

Técnicos do Instituto de Pesos e Medidas de Cuiabá (IPEM-MT) estão recebendo um treinamento especial para atuar no Laboratório de Umidade de Grãos, que será inaugurado dia 9 de dezembro, na Capital Matogrossense. Esta será a segunda unidade do Brasil, a primeira está instalada em Cascavel, no Paraná, desde 2003.  Os participantes do curso estão recebendo instruções de como utilizar os medidores de umidade de grãos, pesando e selecionando amostras para ensaios que verificam o percentual de umidade do produto.

O treinamento está sendo ministrado pelo engenheiro Celso Claser, do Laboratório de Umidade de Grãos do IPEM de Cascavel, em parceria com a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado do Mato Grosso (Aprosoja-MT) e a Loc Solution e Motomco, fabricante de medidores de umidade de grãos que atua há 25 anos no mercado
Dez servidores do IPEM e dois funcionários da Aprosoja estão participando do treinamento, que conta com aulas teóricas e práticas com visitas às cooperativas na região de Cuiabá. "Estamos verificando se o equipamentos estão em compatibilidade com as normas estabelecidas e devidamente calibrado para fazer uma leitura precisa de grãos", explica Claser.  

O engenheiro  afirma que os medidores  devem estar de acordo com as normas do Inmetro, estabelecidas na Portaria 402/2013 e NIE 125/2017. "Todo aparelho tem que ter a aprovação de modelo do Inmetro e passar pela verificação inicial e periódica do Ipem. O produtor pode até adquirir um instrumento, mas só vai ter validade jurídica se estiver homologado pelo Ipem", explicou Claser.

De acordo com ele, os aparelhos medem a umidade dos grãos simulando o  Método Padrão de Estufa, aceito mundialmente. É importante a verificação periódica dos instrumentos pela equipe do Ipem para trazer mais segurança e transparência nas negociações do produto, no mercado nacional e também no internacional. Isso porque o teor de água interfere diretamente no valor econômico dos produtos, pois os grãos são comercializados, normalmente, por peso.
O trabalho do Ipem, prossegue Claser,  é importante porque elimina dúvidas nas negociações comerciais  e permite que as mesmas amostras sejam novamente verificadas em outros aparelhos. "Os aparelhos antigos eram destrutivos de amostras, agora não, elas podem ser utilizadas em outro equipamento, o que permite maior transparência na negociação", completa.

O presidente do IPEM-MT, Bento Gomes Bezerra, enfatiza que  a implantação do laboratório vem de encontro às demandas de  produtores rurais, cooperativas, tradings, cerealistas e armazenadores, pois  oferece segurança nas operações e transações comerciais para vários tipos de grãos  como soja e milho, entre outros.

"O nosso foco é a justa concorrência e a confiança do negócio. Queremos que o produtor de grãos veja que este trabalho trará maior transparência e não vai onerar o bolso dele. Queremos que o agricultor ou comprador de grãos tenha confiança de que ele está vendendo ou comprando um produto que foi verificado em um equipamento  que tem o selo do Inmetro/IPEM. Por isso, queremos que todo equipamento esteja homologado pelo IPEM/Inmetro e tenha o selo de garantia", explicou Bento.

Segundo ele, o IPEM já está com um cronograma de atividades para 2021 e até o mês de junho estará orientando vendedores e compradores de grãos sobre a atuação do laboratório.  A partir de julho começa a fiscalizar, notificar e aplicar  multa caso encontre algum aparelho, em área comercial,  não homologado pelo IPEM e que não siga a  portaria 402/2013. "Não queremos ser empecilhos para o segmento do agronegócio, pelo contrário, queremos trazer  segurança para o setor", afirma Bento.

Representantes da Aprosoja-MT e da fabricante Motomco e Loc Solution cederam equipamentos e estão acompanhando o treinamento, que começou na segunda-feira  (16) e termina nesta sexta-feira (20), em Cuiabá. 

Tags:
Fonte:
Ipem-MT

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário