HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Datagro estima safra 2020/21 de soja do Brasil em recorde de 136,34 mi de t; consultoria reduz projeção para o milho

Publicado em 05/05/2021 13:36 e atualizado em 05/05/2021 15:17 150 exibições
No total das duas safras do cereal, país deve colher 105,46 mi de t

O 7º levantamento da Consultoria DATAGRO para a safra brasileira 2020/21 de soja estima uma produção de 136,34 milhões de toneladas, acima das 135,47 mi de t do último levantamento, divulgado em março. Em caso de confirmação, esse volume será 6,0% superior aos 128,19 milhões de toneladas da safra recorde colhida em 2020.
Em relação à área plantada, o País passa de 37,50 milhões de hectares da safra 2019/20 para 38,95 milhões de ha na atual temporada, aumento de 4,0%.

Desse total, o Brasil colheu, até o dia 30 de abril, 96,9% da área, ante 93,4% na semana anterior, 98,8% no mesmo período do ano passado e 96,6% na média dos últimos 5 anos.

“Para finalizar, precisamos apenas acompanhar o fechamento das safras do Rio Grande do Sul e da região do Matopiba. Mas, corroborando nossas expectativas de novembro de 2020, vamos confirmando nova grande safra de soja no Brasil e novo recorde de produção”, destaca Flávio Roberto de França Junior, coordenador de Grãos da DATAGRO.

Milho

A DATAGRO manteve em 24,24 milhões de toneladas a projeção para a 1ª safra de milho, 8,0% inferior aos 26,27 mi de t da revisada safra passada. São 18,54 mi de t do Centro-Sul e 5,70 mi de t das regiões Norte e Nordeste.
A área total do milho de verão subiu levemente no Brasil em 2020/21 para 4,35 mi de ha, 1,0% acima dos 4,30 mi de ha colhidos na safra passada.

Na região Centro-Sul, a área chegou a 2,95 mi de ha, praticamente estável sobre os 2,96 mi de ha da temporada anterior. Nas regiões Norte e Nordeste, 1,40 mi de ha, 4,0% maior do que os 1,34 mi de ha da safra passada.

A região Centro-Sul do Brasil colheu, até o dia 30 de abril, 91,9% da área, ante 88,1% na semana anterior; no mesmo período do ano passado, a região havia colhido 99,0%; na média dos últimos 5 anos, 95,1%.

Já para a safra de inverno de 2021, tivemos área de 15,28 mi de ha, 4% superior aos 14,68 mi de ha do último ano. Desse total, 13,06 mi de ha provêm da região Centro-Sul e 2,22 mi de ha das regiões Norte e Nordeste.

Mas redução no potencial produtivo. Desde o levantamento anterior a previsão recuou de 85,10 mi para 81,22 mi de t, ainda 1,0% acima do ano passado, mas com chances de novas revisões para baixo no próximo levantamento. Desse total, a região Centro-Sul responderia por 74,84 mi de t, e as regiões Norte/Nordeste, por 6,38 mi de t.

“Cerca de 40% da área de inverno foi plantada fora do período de recomendação técnica, e as perdas vão se avolumando a cada dia que passa sem a presença de chuvas regulares”, diz França Junior.

No total das duas safras, o Brasil tem previsão de área para 2020/21 de 19,39 mi de ha, 3,0% acima dos 18,98 mi de ha do último ano, e produção potencial ajustada de 109,30 mi de t para 105,46 mi de t, 1,0% abaixo do recorde de 106,81 mi de t da safra 2019/20.

Fonte:
Datagro

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário