USDA: Expectativas indicam aumento da área de milho e redução para soja, trigo e algodão nos EUA

Publicado em 29/06/2022 16:48 e atualizado em 30/06/2022 11:50

Logotipo Notícias Agrícolas

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) chega com dois novos boletins nesta quinta-feira, 30 de junho, e mos números são bastante esperados pelo mercado. "A maior parte das atenções está voltada para as estimativas de área, porém, não subestime as projeções para os estoques trimestrais de soja e milho dos EUA para esta temporada da safra 2021/22", afirma Todd Hultman, analista líder do portal internacional DTN The Progressive Farmer.

ÁREA DE PLANTIO

Ao longo dos últimos três meses, as expectativas para os números de área que sairão neste final de junho foram bastante divergentes entre soja e milho. Isso se deu, principalmente, porque nos primeiros números do USDA, em 30 de março, o aumento esperado para a oleaginosa era muito expressivo, chegava a 5% e, se confirmando, poderia ultrapassar a área do cereal pela primeira vez na história. 

Assim, "estes números de março, com todo o respeito, não fazem parte da realidade que o relatório desta quinta irá oferecer", complementa Hultman. 

As expectativas a seguir partem da Agrinvest Commodities e a consultoria estima uma ligeira redução na área de soja e um aumento para o milho. Para o trigo e para o algodão também são esperados ajustes para baixo. 

No caso da soja, a área esperada é de 36,60 milhões de hectares, em um intervalo de 35,91 a 37,38 milhões e frente ao número de março de 36,65 milhões de hectares. Já para o milho, a média esperada pela consultoria é de 36,37 milhões de hectares, contra o número de três meses atrás de 36,22 milhões. 

A área esperada para o trigo é de 19,02 milhões de hectares, de um intervalo esperado de 18,71 a 19,43 milhões. Em março, o USDA estimou 19,16 milhões de hectares. A Agrinvest estima ainda uma área média para o algodão de 4,93 milhões de hectares, com as expectativas indicando um intervalo de 4,83 a 5,14 milhões de toneladas. O primeiro número, em março, foi de 4,95 milhões de toneladas. 

ESTOQUES TRIMESTRAIS

Os estoques trimestrais de soja norte-americanos, na posição de 1º de junho, são esperados em 26,26 milhões de toneladas, média do intervalo esperado de 20,14 a 29,94 milhões de toneladas. Em março, os números estavam em 52,55 milhões. 

Para o milho, as projeções variam de 104,02 a 113,64 milhões de toneladas, com média esperada em 110,32 milhões. Há três meses os estoques do cereal eram de 199,40 milhões de toneladas. 

O trigo deve trazer estoques em 1º de junho entre 17,28 e 18,37 milhões de toneladas, com média esperada de 17,83 milhões. Em 1º de março, o número era de 27,90 milhões. 

Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário