Arrozeiros receberão R$500 mi para mecanismos de apoio à comercialização

Publicado em 27/04/2010 09:39 209 exibições
Segundo vice-presidente da Federarroz, resultado saiu na reunião com a Secretaria de Política Agrícola do Mapa, na última segunda-feira (26)
Os arrozeiros saíram satisfeitos de reunião com a Secretaria de Política Agrícola do Mapa, nesta segunda-feira (26), em Brasília, na qual foi confirmado, segundo o vice-presidente de mercado da Federarroz, Marco Aurélio Tavares, aporte de R$ 500 milhões para mecanismos de apoio à comercialização do grão. O recurso foi solicitado em outubro de 2009 e novamente em março deste ano. Mas a liberação chegou tarde, e a verba não deverá ser aplicada agora. "O preço da saca está satisfatório em plena safra e a opção tem valor inferior. No atual momento de mercado, não valeria a pena", destaca Tavares. Ele afirma que, quando necessário, o recurso deverá ser usado, o que poderá até nem ser preciso. "O mecanismo deixou de ser imprescindível."

Tavares explica que, nas últimas duas semanas, a saca de 50 quilos subiu de R$ 27,00 para patamar entre R$ 28,50 e R$ 29,00 e, no mês, teve alta de 8%. A recuperação, conforme o dirigente, é reflexo da redução de 1 milhão de toneladas na safra e do tempo ruim que prejudica a colheita nas lavouras. "O mercado está fluindo bem, e a opção fica como reserva técnica", destaca. Amanhã, os orizicultores estarão novamente em Brasília para debater crédito emergencial com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi.

Tags:

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário