Trigo: USDA eleva estimativa de exportações da safra 2010/11

Publicado em 12/08/2010 11:12 548 exibições
Produção mundial deve ser 2,3% menor do que o número divulgado no mês anterior.
No boletim de oferta e demanda divulgado nesta quinta-feira, o USDA reduziu sua projeção para a produção mundial de trigo de 661,07 para 645,73 milhões de toneladas, resultado da severa estiagem que atingiu o Leste Europeu. O número é 0,7% menor do que o esperado pelo mercado, que falava em 650,50 milhões toneladas. Esse dado contribui para um incremento na projeção das exportações da safra dos Estados Unidos.  

Segundo o USDA, os norte-americanos devem exportar 32,66 mlhões de toneladas, enquanto a previsão no mês anterior era de 27,22 milhões de toneladas. O aumento, comparado ao relatório de julho, é de 20%. Aumentou também a estimativa para a produção, que agora é de 61,64 milhões de toneladas, alta de 2,2% se comparado ao informativo do mês anterior.

Na Rússia, a previsão também foi reduzida - de 53 para 45 milhões de toneladas. O volume está alinhado ao esperado pelo mercado. Já para a produção ucraniana, queda apontada de 20 para 17 milhões de toneladas, redução de 15% comparado ao boletim de julho e abaixo também da expectativa do mercado, que era de 18,5 milhões de toneladas.

Para a safra norte-americana 2009/10, o relatório estima exportações 1,8% maiores do que o previsto em julho, o número corresponde ao aumento de 23,54 para 23,98 milhões de toneladas.

Para a nova safra mundial, no Brasil a produção deve ser de 5 milhões de toneladas, redução de 9,1% em relação ao projetado no mês anterior. Já no Canadá, a produção se manteve em 20,50 milhões de toneladas.

Na produção mundial 2009/10, o USDA manteve as estimativas para as safras do Brasil, Argentina e União Europeia, além de reduzir os índices do consumo em 0,02%, e aumentou em 0,21 os estoques iniciais globais, o que resultou em um aumento nos estoques finais de 193,02 para 193,97 milhões de tonelada.

Com informações do USDA

Tags:
Fonte:
Redação NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário