Minas irá colher uma das maiores safras de grãos da história

Publicado em 10/11/2010 12:03
353 exibições
Produção de soja será recorde
Minas Gerais deverá colher uma safra de 10,3 milhões de toneladas de grãos em 2011. O volume representa um aumento aproximado de 2% em relação à produção registrada neste ano. Os números da estimativa da safra 2010/2011 foram divulgados hoje (10/11) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A safra a ser colhida no próximo ano só é inferior à produção registrada nos anos de 2005 e 2009, quando o Estado produziu 10,4 milhões de toneladas. Já a área plantada nesta safra deve ser de 2,8 milhões de hectares, praticamente a mesma da safra anterior.

Embora a produção esperada seja uma das maiores da história, a área cultivada é uma das menores dos últimos 30 anos em Minas Gerais, segundo a Conab. Durante muito tempo, os plantios de grãos no Estado chegaram a ocupar mais de 3 milhões de hectares. Essa produção elevada, mesmo com a redução da área plantada, mostra que os produtores não precisam abrir novas áreas de plantio para garantir a oferta de grãos, explica o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues.

O secretário destaca o aumento da produtividade como o principal fator para o crescimento da produção em uma área menor. O uso de novas tecnologias, inclusive de sementes melhoradas, garantiram esta mudança. Há vinte anos, a produtividade média em Minas Gerais era de 2,1 toneladas de grãos em um hectare. Hoje, os produtores chegam a produzir 3,5 toneladas nesta mesma área, comenta.

Recorde da soja

O estudo da Conab mostra que o aumento da produção de soja em Minas Gerais deverá ser recorde em 2011. A colheita esperada é de até 3,07 milhões de toneladas, superando a colheita de 2005, a maior registrada até hoje, com 3,02 milhões de toneladas.

Em relação à produção de soja deste ano, que foi de 2,87 milhões de toneladas, o crescimento esperado é de 7%, superando o aumento médio do país e dos principais estados produtores: Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul.
Tags:
Fonte: Sec. de Agricultura de MG

Nenhum comentário