Safra de verão deve atingir 119 milhões de toneladas de grãos

Publicado em 08/02/2011 08:56 457 exibições
Até final de abril, 80% da produção prevista para o ciclo agrícola 2010/2011 será colhida.
Agricultores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Goiás, São Paulo e Rio Grande do Sul, que iniciaram a colheita da safra de verão em janeiro, esperam obter cerca de 119 milhões de toneladas de grãos até o fim de abril. Esse valor representa 80% das 149,4 milhões de toneladas previstas para o ciclo agrícola 2010/2011. Esses números incluem a colheita de milho, arroz e soja, que está começando, e a do feijão primeira safra, em fase final.

A entrada da safra de verão no mercado deve ajudar na desaceleração dos preços dos alimentos e dos índices de inflação.

— Em função da importância e do peso que esses produtos têm no cálculo dos índices de inflação, acredito que o início da colheita poderá ter impacto no bolso do consumidor — afirma Carlos Bestétti, gerente de levantamento e acompanhamento de safras da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O arroz e o trigo tiveram valores de mercado abaixo do preço mínimo fixado pelo governo federal. Já o feijão apresenta variações conforme a sazonalidade. Os preços do milho, na maior parte da sua comercialização, ficaram próximos do mínimo. A soja teve flutuação maior, tanto em relação à baixa ocorrida durante a safra, como à alta na entressafra, considerada normal.

PRODUÇÃO

A primeira safra de feijão já foi colhida em Mato Grosso do Sul. Em Goiás, esse volume chegou a 70%; em São Paulo e no Rio Grande do Sul, a 60% e, em Mato Grosso, a 45% do total plantado.

A colheita de arroz no Rio Grande do Sul está no início. Em Mato Grosso do Sul, atingiu 30% da lavoura. Já o milho apresenta resultados iniciais no Rio Grande do Sul (15%), em Mato Grosso do Sul (2,5%) e no Paraná (1,5%). Em Goiás, 8% da soja já foi colhida e, em Mato Grosso, perto de 3%. Em São Paulo (2,5%), no Paraná (1,6%) e em Mato Grosso do Sul (1%), o trabalho está começando.

No mapa da agricultura brasileira, o Paraná lidera com 21,6% da produção, seguido de Mato Grosso (19,3%) e do Rio Grande do Sul (16,9%). Os três estados juntos garantem mais da metade do que o país produz.

Tags:
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário