Governo Federal deve intervir no mercado de feijão

Publicado em 09/02/2011 06:29 374 exibições
O mercado de feijão trabalho novamente nesta segunda-feira (07) com baixo volume de negociações. Como tem sido comum neste início de safra 2010/11, o baixo volume de produtos de melhor qualidade comercial é o fator limitante neste mercado e o que mantém os preços estáveis.

Porém, a notícia que animou os produtores neste início de semana foi a divulgação da intervenção por parte do Governo Federal no mercado de feijão. Terão auxílio o escoamento de 300 mil toneladas de feijão através do premio de escoamento da produção (PEP) e serão adquiridas pelo governo federal (AGF) 100 mil toneladas. Em breve as datas e o Estado onde serão realizados os leilões e as aquisições serão divulgadas.

Nesta manhã foram ofertadas 24.900 sacas, deste total 7.100 sacas foram comercializadas, ou seja, 28%. Os preços permaneceram estáveis já que a demanda esteve muito retraída. Os lotes de qualidade superior são oriundos do Paraná e de Minas Gerais, onde o pouco volume de chuva permitem a colheita deste feijão.
Tags:
Fonte:
Faeg

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário