Ainda há 2,35 milhões de toneladas de trigo brasileiro não comercializado

Publicado em 14/02/2011 16:31 277 exibições
Os relatórios oficiais e extra-oficiais sobre os percentuais comercializados do trigo brasileiro indicam que já foram negociadas 3,5 milhões de toneladas, das 5,8 milhões produzidas na safra 2010/11. Restam, portanto, cerca de 2,35 milhões de toneladas ainda não comercializadas, que permanecem nos armazéns do país, bem às vésperas da entrada das safras de verão de soja e milho, o que pode ser muito incômodo. Alguns moinhos apostam que alguns vendedores quererão se desfazer de trigo para fazer espaço para  receber produtos com maior valor intrínseco. O trigo brasileiro serve basicamente para a produção de farinhas comum e inteira ou semolada, mas precisa ser misturado com trigo importado para produzir farinha de panificação, maior para o trigo brando gaúcho e menor para o trigo pão paranaense nesta temporada.

Com relação ao plantio da próxima temporada, há rumores de que os triticultores podem reduzir novamente a área a ser plantada, devido aos baixos preços recebidos e pela falta de sementes adequadas para a produção de trigo pão e trigo melhorador. Mas, há um contrapeso para estas considerações: o fato de os preços estarem subindo, acima do Preço Mínimo, no mercado livre, fora dos leilões oficiais. Isto poderá fazer alguns deles mudarem de idéia e seguirem a tendência dos seus colegas do Mundo inteiro e aumentarem a área de plantio.

Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

0 comentário