O que aconteceu com a previsão de alta nos preços do trigo?

Publicado em 24/02/2011 10:29 724 exibições
O que aconteceu com a previsão de alta dos preços do trigo? Ora, a resposta é simples: elas ainda estão de pé, pelo menos até a confirmação de eventuais aumentos de área de plantio dos trigos de primavera no Hemisfério Norte. Mas, mesmo que isto aconteça, há ainda muito espaço para os preços voltarem a subir. A principal razão é que o quadro de oferta e demanda de alimentos do Mundo não está equilibrado. Entre anúncios e colheita efetiva vão-se pelo menos quatro meses, durante os quais muitas coisas podem acontecer, inclusive incêndios como os da Rússia em 2009, inundações como as da Austrália e Canadá em 2010 e secas como as da China em 2011.

Contudo, a realidade atual é que a forte demanda por trigo continua, como se pode ver nos movimentos do mercado internacional do trigo nesta quarta-feira, que registrou as compras do Egito de 235 mil toneladas de trigo brando, das quais 115 mil dos Estados Unidos e o restante da França e as licitações da Arábia Saudita, de 275 mil toneladas de trigo, da Tunísia, de 75 mil toneladas, do Iraque de 100 mil toneladas, da União dos Emirados Árabes, de 40 mil toneladas e do Marrocos 280 mil toneladas, todos países envolvidos na já caracterizada “crise dos países do norte da África e do Oriente Médio” que, como se vê, ainda continuam a comprar. Estas crises passarão em curto espaço de tempo, mas a fome do povo continua e é o verdadeiro estopim das convulsões políticas, de modo que, com um ou com outro governante, ela terá que ser aplacada, a curtíssimo prazo, antes da produção da nova safra. E as licitações desta data indicam que a demanda continua forte e ativa, como antes.

Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

0 comentário