Melhora do feijão extra em São Paulo deixa mercado confuso

Publicado em 17/05/2011 10:55 370 exibições
No feijão preto, vendedores tentam desovar o produto chinês e fecham alguns negócios a preço de custo.
Com a leve melhora apresentada pelo feijão extra em São Paulo, o mercado ficou de certa forma "perdido", pois o feijão comercial continua abundante, mas o extra segue com pouca oferta.
Nesta madrugada, com oferta de 15 mil sacas de feijão nota 9, somente mil sacas foram ofertadas e foram vendidas por R$ 110,00. O restante da venda foi de 3.500 sacas de feijão nota 8,5 por R$ 100,00.
Com a finalização das colheitas em torno de Brasília e a diminuição da oferta do feijão da região de Patos de Minas (MG), que caminha rapidamente para colheita das últimas lavouras, volta a ser problemática a reposição de feijões nota 9 ou melhor. A grande maioria dos empacotadores certamente optará novamente em ofertar os feijões 8,5 como opção para o varejo mais exigente.
O feijão preto ficou praticamente parado no mercado interno ontem. Como os vendedores querendo desovar o feijão chinês, eles aceitam vender a preço de custo entre R$ 80,00 e R$ 85,00 FOB porto. O mercado segue como referência nacional de R$ 85 noCIF São Paulo.
Tags:
Fonte:
Correpar

0 comentário