Uruguai poderá fornecer mais trigo ao Brasil em 2012

Publicado em 20/05/2011 15:01 461 exibições
Se depender das previsões de um analista privado do Uruguai, que tem mais de 30 anos de experiência no mercado, o país poderá produzir na safra 2011/12 algo em torno de 2,7 milhões de toneladas de trigo em grão de boa qualidade. A estimativa, divulgada nesta quinta-feira, à qual Trigo&Farinhas teve acesso com exclusividade, baseia-se na expectativa de que o país talvez plante 700 mil hectares, contra 500 mil no ano anterior e 600-650 mil estimados pelo mercado local.
O seu raciocínio é o seguinte:

a)     Foram semeadas quase um milhão de hectares de soja, que, teoricamente, poderiam ser semeadas com cultivos de inverno;

b)     Por causa do descontentamento com a AMBEV, os produtores uruguaios deverão diminuir o plantio de cevada no país. No ano passado plantaram ao redor de 70 mil ha; supondo que neste ano plantem o mesmo, teríamos uma disponibilidade teórica de 900 mil ha para o trigo;

c)      Os motivos para o aumento do plantio, seriam principalmente econômicos, uma vez que, na época do plantio do ano passado, o preço estava ao redor de US$ 170 para dezembro e, neste ano está entre US$ 270/280/, isto é 64,70% superior;

d)     Sob o aspecto de clima, no ano passado exatamente quando deveriam plantar começou a chover, atrasando o plantio e, neste ano, o colima está totalmente favorável, com as chuvas e o frio na dose certa;

e)     No ano passado muitos triticultores deixaram de plantar trigo para plantar soja “de primeira” (lá há duas safras de soja, como o milho, no Brasil), a qual tem um rendimento médio de 400 kg a mais por há, o que equivaleria a um valor entre US$ 150-200/ha a mais. Contudo, os dois períodos de plantio de soja, tanto o de primeira como o de segunda, foram muito ruins, tendo sido prejudicados com a estiagem. Com isto, muitos produtores não irão insistir na soja e apostar no trigo, cuja colheita foi mais segura e tem preços elevados;

f)      Um indício forte é a falta de sementes no momento.  Já estão sendo importadas variedades do Brasil e da Argentina para cobrir a demanda desta temporada;

g)     Outro indicador forte é o fato de o plantio ter iniciado em abril, o que não é normal no país. Os dois meses ganhos com o plantio antecipado (e a colheita antecipada) do trigo permitiriam manter os dois períodos de plantio de soja pelos que se interessam por este procedimento;

h)     Finalmente, o clima está se comportando de forma muito adequada, o que faz prever a manutenção da produtividade ao redor de 3.000 kg/ha que vem se mantendo de média nos últimos anos.

Assim sendo, este analista aposta que o plantio de trigo da safra 2011/12 no Uruguai deverá ser ao redor de 700 mil hectares e uma produção ao redor de 2,1 milhões de toneladas. Com isto, diante de uma demanda interna de apenas 450 mil toneladas, o país estaria em condições de fornecer ao Brasil ao redor de 1,65 milhão de toneladas ou um pouco menos do que isto, se aceitar também propostas de outros países.

Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

0 comentário