Feijão: Oferta reduzida mantém carioca estável no campo

Publicado em 26/05/2011 10:35 295 exibições
Percebe-se uma diminuição no volume de oferta dos feijões comerciais, mas ainda não o suficiente para dar sustentação à valorização dos lotes abaixo de nota 8.
Com oferta reduzida, o mercado de feijão carioca segue estável no campo. Em Minas, alguns poucos lotes foram negociados ontem ao redor de R$ 115,00 a R$ 120,00. Era essa a pedida também em Goiás, nos poucos lotes ofertados. Já no Paraná, por feijão nota 8,5, pagou-se R$ 110,00.
Percebe-se uma diminuição no volume de oferta dos feijões comerciais, mas ainda não o suficiente para dar sustentação à valorização dos lotes abaixo de nota 8.
Em São Paulo, a oferta de hoje foi de 15 mil sacas com venda de 5 mil. O mercado em São Paulo também estabilizou-se no feijão nota 9, com preço de R$ 120. O nota 9,5 valia R$ 125,00.
Após um volume um pouco maior de negócios, novamente o mercado ficou mais calmo ontem. Os produtores do Paraná estão colhendo a segunda safra, mas a mesma vem apresentando produtividade muito baixa e qualidade sofrível. A alta umidade faz com que 100% dos lotes sejam passados no secador. No FOB, pede-se pelo grão R$ 75,00. No CIF, a oferta é de R$ 90,00.
Da Argentina, vem a preocupação em relação ao clima. Longe do ideal, ele atrapalha a colheita, o que pode atrasar a entrada dos primeiros lotes daquela origem.
Tags:
Fonte:
Correpar

0 comentário