Manifestação arrozeira reunirá mais de 100 prefeitos em Porto Alegre

Publicado em 16/06/2011 17:29 263 exibições

Mais de 100 prefeitos, vice-prefeitos e presidentes de Câmara Municipais, além de outras lideranças políticas e setoriais dos municípios arrozeiros devem apoiar a mobilização da cadeia produtiva convocada pela Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) e outras entidades do setor, para a próxima segunda-feira (20/6) e terça-feira (21/6), em Porto Alegre. No dia 20/06 a mobilização se concentrará no Plenarinho da Assembléia Legislativa, a partir das 8h30min de segunda-feira, onde às 10h os representantes manterão reunião com os deputados federais e senadores gaúchos.
 Ainda na segunda-feira, às 14h, as lideranças setoriais e políticas se reunirão com o presidente da Assembléia Legislativa, Adão Villaverde e mais tarde visitarão os presidentes dos diretórios estaduais de todos os partidos. Na terça-feira, dia 21/6, na Sala José Lewgoy da Assembleia Legislativa, às 10h30min, será mantido reunião com os deputados estaduais, e à tarde, prefeitos e dirigentes arrozeiros se reunirão com o governador Tarso Genro. No mesmo dia, a partir das 16h30min, a concentração será em frente ao Plaza São Rafael, onde uma delegação participará da posse da nova diretoria da Federação das Associações de Municípios do RS (FAMURS), onde assumirá a presidência o prefeito de São Borja, Mariovane Weiss. “Além dos produtores, os mais de 140 municípios arrozeiros gaúchos tiveram um prejuízo catastrófico, não só pelas perdas de produção ocorridas em 2010, mas também pela perda econômica em 2011, em razão dos baixos preços recebidos pelos produtores”, afirma Renato Rocha, presidente da Federarroz
Nesta quinta-feira (16/06), de forma conjunta em todo estado, centenas de dirigentes das associações de arrozeiros dos municípios visitaram prefeitos, vice-prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais, vereadores e representantes da sociedade organizada para convidá-los à manifestação e engajamento pela salvação da Lavoura Arrozeira e dos produtores de alimentos deste país.

 

Tags:
Fonte:
Federarroz

0 comentário