Em Brasília, arrozeiros cobram cumprimento de medidas

Publicado em 11/08/2011 08:58 255 exibições
Representantes dos arrozeiros querem que o governo altere a data de renegociação permitindo que ela seja retroativa à data de financiamento.

O secretário de Política Agrícola José Carlos Vaz informou que vai conversar com outros setores do governo para tentar fazer um ajuste nas normas de financiamento.

Os arrozeiros também cobraram outra promessa, a manutenção dos leilões de escoamento da produção. Eles querem regionalizar as operações como explica o presidente da Federarroz, Renato Rocha. “Os leilões dependem do programa de escoamento de produção. As empresas que adquirem prêmios e que estão mais próximas ao porto têm mais acesso e facilidade. Ao longo de todo o programa, as empresas mais afastadas não têm competitividade com as que estão mais próximas”.

José Carlos Vaz informou ainda que vai analisar a viabilidade técnica do pedido dos arrozeiros e que o governo autorizou a realização de um novo leilão de 500 mil toneladas de arroz destinado à ração animal.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário