Governo define critérios para escoamento de trigo na safra 2011/12

Publicado em 20/09/2011 16:00 e atualizado em 20/09/2011 16:45 363 exibições
Foi publicada, na última sexta-feira, a Portaria Interministerial 453 (Agricultura, Fazenda e Planejamen-to), que define os critérios para realização de leilões de trigo em grãos do Rio Grande do Sul, Santa Ca-tarina e outros estados. A portaria prevê o desembolso de R$ 150 milhões para apoiar a comercializa-ção de cerca de 1,5 milhão de toneladas do cereal. Para isso, serão realizadas operações de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) e de Prêmio de Escoamento do Produto (PEP). Poderão participar dos leilões produtores rurais e suas cooperativas (Pepro) e indústrias moageiras de trigo e comercian-tes de cereais (PEP). Antes de iniciar as operações, o Ministério da Agricultura vai convocar uma reuni-ão para discutir com o setor de produção e os compradores a forma de atuação do governo e o calen-dário para o início dos leilões.

TRIGO NACIONAL PARA EXPORTAÇÃO Vendedores se mantiveram no mercado de exportação nesta segunda-feira Depois de passar a semana totalmente ausentes, os vendedores continuaram no mercado de exporta-ção nesta segunda-feira, oferecendo trigo brasileiro a US$ 285/tonelada, sem, contudo, obter uma contrapartida dos compradores. Para se ter um parâmetro, o último interesse dos compradores foi em torno de US$ 288 (293) para compra, com os vendedores pedindo US$ 299 (303)/ton, para entrega em janeiro/11. Se formos aplicar uma taxa cambial média projetada para esta época a R$ 1,70, (talvez possa até ser mais, dadas as condições das economias mundiais neste momento) à cotação de hoje, a receita poderá ser de R$ 484,5 (489,60) nos portos, R$ 436,05 (440,64)/tonelada no interior ou R$ 26,16 (26,44)/saca de 60 kg no interior.
Tags:
Fonte:
Boletim Trigo & Farinhas

0 comentário