Manga é alternativa de diversificação da produção em Porto Vera Cruz (RS)

Publicado em 21/01/2013 18:49 736 exibições
Com produção média anual de 60 mil quilos, a produção de manga tem se tornado uma interessante alternativa de diversificação da produção e agregação de renda a agricultores familiares de Porto Vera Cruz, município com 1.850 habitantes.

O agricultor Antônio Soares foi um dos produtores que resolveu apostar na fruta. Além da manga, produzida em pouco mais de um hectare, cultiva milho e mandioca e cria bovinos nos outros 21 hectares da propriedade. “Nos últimos anos, estamos com uma produção muito boa. Vale a pena”, comenta o agricultor. Em apenas um dia, o agricultor conseguiu fornecer cinco mil quilos de manga para distribuição via Ceasa. Agora, prepara mais uma leva para comercialização.

De acordo com o extensionita rural da Emater/RS-Ascar, em Porto Vera Cruz, Gilberto José Bárbaro, os fatores climáticos são favoráveis à produção da fruta no município. “Porto Vera Cruz possui um microclima formado pelo vale do Rio Uruguai, proporcionando aos produtores fazer o plantio de frutas de clima tropical, como a manga, com a possibilidade de alcançar mercados em momentos diferenciados, com qualidade, sabor característico, quando comparado a outras regiões produtoras”, afirma Gilberto.

Parte da produção de manga do município é comercializada por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal, mercado local e, ainda, a fruteiros da região.

Para informações complementares sobre a produção da manga, podem ser procurados os escritórios municipais da Emater/RS-Ascar.

Tags:
Fonte:
Emater-RS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário