Tomate: Valores ultrapassam os três dígitos na parcial de abril (HF Brasil)

Publicado em 11/04/2019 16:02
96 exibições

O preço do tomate salada longa vida fechou o mês de março 34% maior que o de fevereiro na Ceagesp. Em valores nominais, se comparado a fevereiro de 2018, o aumento foi ainda mais expressivo, de 56%. Apesar da alta, a proporção do tipo 3A (de melhor qualidade) é baixa devido ao clima chuvoso e ainda quente. Desta forma, muitos frutos com manchas, acidez, rachaduras e com furos (por conta da traça) são encontrados no mercado, o que gera uma grande amplitude nas cotações.

Especificamente na terceira semana de março (18 a 22), os preços oscilaram de R$ 50,00 a R$ 80,00/cx em Itapeva (SP) e de R$ 40,00 a R$ 60,00/cx em Caçador (SC) – locais estes que ofertavam tomates ponteiros e de roças novas, simultaneamente. Nas demais regiões, problemas com acidez no Sul de Minas Gerais e baixo calibre no Espírito Santo também foram responsáveis por essa amplitude.

Já na parcial de abril (1° a 10), ainda com o menor volume de tomates satisfatórios, os preços ultrapassaram os três dígitos, e a média foi de R$ 110,42/cx, valor 86% maior que o do mesmo período do ano passado, quando o produto foi comercializado a R$ 59,26/cx. A previsão para o quarto mês do ano é que as cotações se mantenham altas, tendo em vista a menor intensidade de colheita da safra de verão, que já se encaminha para o fim, e a primeira parte da de inverno, que se intensificará apenas a partir do final do mês.

Confira mais informações no site www.hfbrasil.org.br

Tags:
Fonte: Cepea/Hortifruti

Nenhum comentário