Maçã: Comercialização perde ritmo em SP

Publicado em 22/05/2020 14:16 18 exibições

 A aproximação do fim de mês e a antecipação dos feriados em São Paulo refletiram em menor demanda por maçã nesta semana (18 a 22/05). Agentes das regiões classificadoras relataram que, apesar de a baixa oferta evitar maiores problemas no escoamento, alguns optaram por direcionar as frutas para outros centros consumidores fora de SP.

Vale apontar que o ritmo de comercialização acaba variando entre as empresas em função da proporção de miúdas e graúdas nos lotes ofertados – uma vez que os maiores calibres são preferidos pelo mercado doméstico e têm baixa disponibilidade neste ano, o que assegura bons preços para esse perfil.

Por outro lado, os desafios nas vendas de miúdas, em especial da Cat 2 e 3, voltaram a preocupar as classificadoras nesta semana. Enquanto a gala calibre 110 Cat 1 registrou manutenção do preço, em R$ 89,20/cx de 18 kg, na média das regiões classificadoras, a de calibre 165 Cat 3 se desvalorizou 5% e foi vendida a R$ 36,70/cx.

RESULTADOS EM MAIO – Na parcial de maio (1° a 22/05), como esperado pelo Hortifruti/Cepea, os preços das maçãs graúdas seguiram firmes nas regiões classificadoras, devido ao menor volume colhido na atual safra e ao maior controle dos estoques, diante dos impactos da pandemia da covid-19 no mercado da fruta. Assim, neste mês, a gala calibre 110 Cat 1 foi comercializada à média de R$ 87,66/cx de 18 kg, valor 3% superior ao do mês passado. Já a fuji, de mesmo padrão, registrou o valor de R$ 94,33/cx, alta de 1% na mesma comparação.

As cotações das frutas miúdas, por sua vez, seguiram pressionadas, especialmente as da categoria 3, por serem comumente escoadas a mercados institucionais e food service, que estão paralisados ou com a capacidade bastante reduzida. A fuji calibre 165 Cat 3 foi vendida por R$ 39,53/cx de 18 kg na parcial deste mês, valor 3% inferior ao do mês passado. Já a gala de mesmo padrão obteve média de R$ 37,98/cx, manutenção na mesma comparação. Vale lembrar que, por conta da seca durante o enchimento das frutas, essa safra está sendo marcada pela maior participação de menores calibres.

Tags:
Fonte:
Cepea/Hortifruti

0 comentário