Batata: Preços caem nas centrais de abastecimento

Publicado em 25/05/2020 08:05 56 exibições

Entre os dias 18 a 22/05, os valores negociados da batata ágata tipo especial/saca de 50 kg, recuaram na capital paulista (-15,18%, a R$ 179,44), na Ceasa do Rio de Janeiro/RJ (-17,98%, a R$ 173,68), e em Belo Horizonte/BH (-3,28 %, a R$ 177,42). Apesar da safra das águas estar quase no fim, as restrições à circulação de pessoas na capital paulista e fluminense prejudicaram ainda mais as vendas, além da proximidade do final de mês, quando tipicamente a demanda recua.

Como prevenção ao coronavírus, o governo de SP antecipou o feriado de Corpus Christi para quarta-feira (20), o de Dia da Consciência Negra para quinta-feira (21) e o de Revolução Constitucionalista para a próxima segunda (25). Nesta sexta-feira (22), é ponto facultativo. Na cidade do Rio de Janeiro, houve o prolongamento das medidas restritivas contra a covid-19. Além disso nesta semana houve entrada de batata nos boxes um pouco maior de Guarapuava (PR), pois na semana passada a chuva atrapalhou a colheita. No Sul de Minas (MG), a oferta também aumentou um pouco, pois alguns produtores já iniciaram a safra das secas.

As regiões paranaenses que colhem a safra das secas também começaram a ofertar, mas em ritmo lento. A amplitude dos preços ainda está muito alta devido à qualidade dos tubérculos, até mesmo as batatas do Paraná apresentaram problemas de qualidade em algumas cargas. Para a próxima semana, o volume de tubérculos pode aumentar um pouco mais no atacado. Apesar da desvalorização nesta semana, os valores recebidos pelos produtores seguem muito acima dos custos de produção, pois a oferta ainda é limitada. Na parcial de maio (até o dia 21) o preço da batata ágata especial lavada, ponderado por classificação, foi de R$ 141,06 (roça), aumento de 33% em relação a abril (R$ 106,06).

Tags:
Fonte:
Cepea/Hortifruti

0 comentário